quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Literatura - O Terceiro Travesseiro

O ano começou, uma das minhas prioridades para essa jornada é ler muito mais - o primeiro livro que surrupiei na biblioteca é um dos livros que meus amigos sempre me indicaram, sempre que ia alguma biblioteca daqui ele nunca estava disponível, foi uma sorte eu encontrar ele, depois de ler algumas páginas, ficou claro porque de tantas recomendações e claro, do porque ele nunca estar disponível na biblioteca, ele é um pornô adolescente, com direito as mais altas cenas de sexo e muita porra.

O Terceiro Travesseiro, de Nelson Luiz de Carvalho, é o primeiro livro do escritor brasileiro, baseada em relatos reais de um garoto que sofreu o preconceito e a dor de um amor incompreendido pela sociedade que o rodeava, com uma grande carga erótica, humanizada por fatos corriqueiros do dia-a-dia, o livro contém fortes implicações sociais ao revelar os meandros da consciência de um jovem comum da classe média paulistana perante as solicitações e apelos sexuais do mundo moderno. Em pouco tempo, graças a linguagem simples e crua, o livro tornou-se um grande sucesso.

O livro foi um sucesso muito porque conta a história de muitos homossexuais ao redor do mundo, a minha própria realidade está um pouco no livro, nas descobertas sexuais, no valor das amizades, no sexo como esporte e mais uma porção de coisas, principalmente na aceitação para com si e para com a família, confesso que acho a escrita muito amadora, o livro começa extremamente picante e com altas doses de sexo, logo a escrita fica perturbada e sai um tanto dos trilhos, apesar da história cativante, ao termino achei apenas bom, prejudicado muito pela escrita amadora, mas ainda assim gostoso - mas, nem tanto - de ler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário